06 outubro, 2010

O jeito que falamos


É realmente interessante falarmos certas coisas automaticamente:


Perda de um objeto: Eu perdi minha caneta
Sempre tem alguem que pergunta "Onde voce perdeu?"
Se analisarmos, se a pessoa perdeu é porque não sabe onde perdeu, senão a caneta não estaria perdida e sim esquecida

Um conhecido aparece com o pé engessado
"Nossa, voce quebrou o pé?"
Eu juro que se isso acontecer comigo eu vou responder "Não seu imbecil, eu estou testando uma bota nova. Gostou do modelo?"


Pleonasmo então nem é necessário comentar, não é?

Um comentário:

*...nayla...* disse...

Mas por mais que isso seja obvio ...é automatico e também sempre depende da entonação pq as vezes naum eh uma pergunta e sim uma afirmação hahhahahah ate mais